A Associação Empresarial de Vila Verde foi um dos organismos convidado de honra na cerimónia de assinatura do Protocolo de Cooperação entre a Confederação Empresarial da CPLP e o novo “braço de negócios” da Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa, a União de Exportadores da CPLP, cerimónia que decorreu – esta tarde – na “Porto Business School”, no Porto. Mário Costa – presidente da UE/CPLP – e o moçambicano Salimo Abdula – presidente da CE/CPLP – rubricaram o acordo de cooperação do «4º pilar da CPLP, aquele que queremos que venha a ser um dos líderes mundiais nas relações económicas entre países da CPLP e dos países das Regiões em que estão inseridos», como afirmou, na ocasião, o Secretário-Executivo da CPLP, o embaixador Murade Murargy, numa cerimónia que teve como pano de fundo o debate “CPLP – Uma Comunidade de Povos abrangente e auto-sustentável”, moderado pelo jornalista da RTP Carlos Daniel.

Salimo Abdula, reputado empresário de Moçambique (preside às maiores empresas moçambicanas), classificou o momento como «histórico». Na sua óptica, «dá-se hoje um passo importante para gerar mais negócios e mais economia no espaço da CPLP». 
Numa cerimónia onde marcaram presença os ex-ministros das Finanças Daniel Bessa e Teixeira dos Santos, assim como o Presidente do Conselho Metropolitano do Porto (Hermínio Loureiro) e o presidente do IEFP (Jorge Gaspar – assim como o Consultor da Casa Civil do Presidente da República Jorge Portugal – destaque para intervenção do Secretário Executivo da CPLP, o embaixador Murade Murargy, que deu o mote: «queira o poder político abrir as auto-estradas políticas e a UE-CPLP lançará negócios que vão gerar mais riqueza e melhor economia à escala global». 
VILA VERDE NA PRIMEIRA LINHA 

A Associação Empresarial de Vila Verde –AEVIVER fez-se representar pelo presidente e vice-presidente, José Morais e Carlos Silva, respectivamente. «Para Vila Verde e para a região o facto de estarmos na primeira linha e de termos abraçado juntamente com a Câmara Municipal de Vila Verde este projecto vai permitir que estejamos um passo mais à frente para concretizar alguns acordos e ajudar os nossos empresários a abrir novas portas, novas janelas de oportunidades e lançarem-se no competitivo (e rentável) mercado global», assinala o presidente da AEVIVER, José Morais. Este assinala ainda que «ficou já um compromisso de realização em Vila Verde (muito provavelmente, em Abril) de um Fórum da UE-CPLP, onde marcarão presença importantes delegações empresariais dos países da CPLP, liderados por figuras de topo a nível nacional».